Skip to content

Quais são as gerências da prefeitura de BH responsáveis pela fiscalização dos artesãos

28/08/2011

Até para os artesãos, sempre foi difícil saber quem são, realmente, os responsáveis pelos abusos cometidos contra eles. Estudando aqui e acolá, acabei por entender como funciona esta estrutura. Vou explicar de um modo simplificado, para não perdermos muito tempo.

A administração de Belo Horizonte é feita por regionais, tem a regional norte, a sul, etc. A Regional Centro-Sul é a responsável pelas fiscalizações na região onde encontram-se os artesãos.

A Regional Centro-Sul possui 17 gerências, destacando-se, neste caso, duas delas, as mais atuantes contra os artesãos: a Gerência Regional de Ações Sociais do Hipercentro e a Gerência Regional de Regulação Urbana.

Gerência Regional de Ações Sociais do Hipercentro

Na descrição feita no site da prefeitura, eis a sua definição:

“Compete à gerência articular as atividades de entidades filantrópicas que atuam na região Centro-Sul, combater a exploração do trabalho infantil, por meio de ações de inclusão e promoção, além de realizar abordagens ao migrante, prestando também a devida assistência.”

Entre os artesãos, estes fiscais são conhecidos como “fiscais do sono”. Especializados em recolher cobertores não só dos artesãos, como também dos moradores de rua. Ainda existem acusações contra eles de recolherem pertences pessoais, como documentos, materiais de higiene, mochilas e, segundo uma denunciante, até mesmo uma dentadura foi levada certa vez.

No vídeo “Criminalização do Artista“, os fiscais que aparecem no início levando a mochila de um artesão, com a cumplicidade da Policia Militar, são fiscais desta gerência da prefeitura.

Neste post pode-se ver o link onde o Prefeito de BH defende estas ações de confiscar bens pessoais: https://belezadamargem.wordpress.com/2011/06/03/por-fim-a-prefeitura-admite-a-politica-de-higienizacao-social-que-vem-aplicando-nos-ultimos-anos-em-belo-horizonte/

Interessante é que eles deveriam cuidar da população de rua mas, na prática, suas ações consistem em afastar os “migrantes” do hiper centro de BH, tentando desestimular sua permanência no local.

Gerência Regional de Regulação Urbana

 Estes são os responsáveis pelas apreensões do artesanatos produzidos pelos artesãos nômades, popularmente conhecidos como “hippies”. Mas, como pode ser visto no vídeo  “Criminalização do Artista” e no “Praça Sete Sitiada – Parte I“,

parecem ter se especializado em destruir ou recolher seus trabalhos artesanais e confiscar ferramentas, matérias primas e outros bens pessoais, como materiais de higiene e roupas.

Também pudera, as gerências funcionam no mesmo prédio e articulam operações em conjunto com a Policia Militar. Tudo isso orquestrado com fins de desenvolver uma política obscura, maquiada, higienista e que nada mais é do que uma sub-solução, que nada resolve, apenas acentua os problemas que deveriam combater.

Para se ter uma ideia, menos de 15 dias depois das desastrosas operações que eu pude filmar, os gerentes de ambas as regionais foram agraciados com uma homenagem da Policia Militar de Minas Gerais, acompanhem:

Fonte: http://centrosulonline.blogspot.com/2011/05/policia-militar-presta-homenagem.html

SEXTA-FEIRA, 13 DE MAIO DE 2011

Polícia Militar presta homenagem a servidores da Regional Centro-Sul

O 1º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais, situado na Praça Floriano Peixoto, no bairro Santa Efigênia, comemorou 121 anos na ultima sexta-feira, dia 6. Durante a solenidade comemorativa, dois servidores da Regional Centro-Sul receberam uma homenagem especial.
Os funcionários homenageados foram o gerente de Ações Sociais do Hipercentro, José Aparecido Viana, e o gerente de Regulação Urbana, William Nogueira. Como forma de agradecimento pelos serviços prestados à comunidade em parceria com a Polícia Militar, eles receberam uma réplica da fachada do Batalhão.
Todos os anos, o 1º Batalhão se reúne para homenagear personalidades e entidades que contribuem com o trabalho da Unidade e colaboraram expressivamente para o cumprimento das funções da Policia Militar.
A homenagem foi uma maneira de agradecer e prestigiar os servidores da Regional Centro-Sul pela parceria e pelos bons serviços prestados. “Ser homenageado significou reconhecimento do meu trabalho. Foi uma surpresa, pois o intuito é apenas cumprir o nosso dever como servidor”, disse José Aparecido Viana, gerente de Ações Sociais do Hipercentro.
Para William Nogueira, gerente de Regulação Urbana, a homenagem foi motivo de muita alegria: “Com muito orgulho recebi essa homenagem especial. O 1º Batalhão de Polícia Militar é uma instituição muito importante para a cidade, ela faz parte da história de Belo Horizonte e de Minas Gerais, por isso, só tenho a agradecer por essa oportunidade.”
Anúncios

From → Sem categoria

3 Comentários
  1. incrível o trabalho que tem sido feito
    encima do tira teima do mito
    que é formado encima de pessoas de verdade,
    bom man!

  2. Jailsom permalink

    Quem homenagearemos?

    Excelente vídeo sobre a presente matéria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: