Skip to content

Índio Pataxó é agredido, tem seus artesanatos destruídos pela fiscalização e é impedido de vender artesanato na Praça Sete

16/07/2012

Os fiscais da prefeitura de BH que estão no sitiamento da praça Sete contra os artesãos “hippies” agrediram um Índio Pataxó hoje de manhã.

Espelho da intolerância à diversidade cultural no espaço público de convivência, essa situação exemplifica o cotidiano dos artesãos “hippies” e toda a violência a que são submetidos. Além de reafirmar a posição da prefeitura em “esterilizar” os espaços públicos etransforma-los em meros corredores entre espaços privados.

Tanto o Índio, como o “hippie”, executam objetos culturais que possuem dupla-natureza, ou seja, tem um viés econômico de subsistência, mas principalmente possuem uma expressão subjetiva que expressa sua relação simbólica, politica e existencial. Segundo a convenção da Unesco para a proteção e promoção da Diversidade Cultural, documento internacional reconhecido e aceito pelo Brasil através de decreto legislativo, deve ser feita a distinção da ação artística destas e outras culturas, não podendo ser comparada a ação de simples vendedores ambulantes e camelôs.

Assista o vídeo:  http://www.alterosa.com.br/html/noticia_interna,id_sessao=7&id_noticia=82702/noticia_interna.shtml

Anúncios

From → Sem categoria

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: