Skip to content

Diário de bordo: visita à José Albano, em Fortaleza

04/02/2013

Estivemos nos últimos 3 dias hospedados na casa do José Albano, em Fortaleza. Albano é um ícone da fotografia e da contra-cultura no Brasil, notadamente reconhecido no estado do Ceará. Motociclista, já viajou por boa parte do Brasil e atuou fortemente junto à ABRASCA (Associação Brasileira das Comunidades Alternativas).

Sua casa fica num terreno todo arborizado chamado comunidade Sabiaguaba. Construída de pau-a-pique, a casa é muito aconchegante, bem iluminada e cheia de livros.

Sua entrevista nos chamou a atenção em dois pontos especialmente. O primeiro é sobre a atemporalidade do nomadismo, ou seja, o que os malucos fazem hoje é apenas uma roupagem do que existe na humanidade há milênios.

O outro ponto bem interessante é que Albano presenciou o movimento hippie nos EUA em 1970. Segundo ele nenhum hippie fazia artesanato para se manter, costumavam pedir dinheiro nas ruas. “Give me a dime, man!”. Isso vai de encontro ao que já afirmamos, que o maluco de estrada surge no Brasil como uma cultura específica e o artesanato é um símbolo muito particular de sua cultura, não podendo o maluco ser reduzido ao movimento hippie.

josé albano

Anúncios

From → Sem categoria

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: